FANDOM


"Ah é você. Toni não está aqui. Mas ele deixou uma de suas cartas de amor açucaradas para você."
―Ma Cipriani para Claude

Sra. Cipriani é uma personagem invisível na série Grand Theft Auto, apresentanda como personagem de apoio em Grand Theft Auto III e uma personagem principal em Grand Theft Auto: Liberty City Stories. É também mencionada em Grand Theft Auto Advance. Ela é a mãe do membro da Família Leone Toni Cipriani (que freqüentemente se dirige a ela como Ma) e a proprietária do Restaurante Momma's em Saint Mark's, Liberty City.

Biografia

Pré-1998

A sra. Cipriani se casou com o sr. Cipriani em uma época desconhecida e teve um filho com ele em 1968, no mesmo ano em que abriu seu restaurante. Logo depois, seu marido foi morto pelas tríades, que a deixaram para criar seu filho Toni sozinho. Sabe-se que ela o espancou quando criança e até em sua fase adulta.

Ela continuou a comandar seu restaurante enquanto também criava seu filho. Em 1994, ela perde todo o contato com Toni depois que ele mata um dos principais membros da máfia e é obrigado a fugir de Liberty.

1998

Quando Toni reaparece, ele não vai imediatamente ver sua mãe, o que a irrita. Quando ele visita, a sra. Cipriani o repreende por não ter ligado enquanto estava fora. Ela então compara Toni com seu pai e homens da máfia em Liberty City, incluindo Giovanni Casa, dizendo que Toni é inferior a eles. Toni então tenta provar que sua mãe está errada, tirando fotos de Giovanni Casa de fralda atrás de duas prostitutas . No entanto, isso sai pela culatra com a Sra. Cipriani se irritando com Toni, com ela dizendo que com fralda ou sem fralda Casa ainda era melhor que Toni.

Sra. Cipriani continua a repreender seu filho Toni, e quer que ele mate dois grupos da Portland Island Triads, como ela acha que Toni vive em seu apartamento porque ele tem medo das Tríades. Depois disso, Toni é forçado a ganhar uma corrida de rua e matar Dan Sucho para provar a sua mãe que é um piloto de rua e assim, provar que é um bom filho.

Mais tarde, Toni mata Giovanni Casa por não pagar o dinheiro da proteção e por ainda ser um homem melhor para sua mãe do que o próprio Toni. No entanto, a Sra. Cipriani ainda não pensa em Toni como um homem e, depois, contrata assassinos para matá-lo, porém Toni sobrevive aos ataques e depois de ajudar Salvatore em alguns favores, acaba sendo "batizado", fazendo sua mãe voltar atrás e retirar o encargo contra ele.

A sra. Cipriani também telefona para o Liberty City Free Radiotalk show na Liberty City Free Radio em 1998, reclamando com Lazlow Jones que Toni não voltará para casa com ela. Depois de ser chamada de vovó, ela ameaça "Lázaro" de morte. Isso é improvável, já que o Lazlow ainda hospedava a Chatterbox FM em outubro de 2001 .

2001

Em 2001, o cenário de Grand Theft Auto III, Toni Cipriani, voltou a morar com a mãe em seu restaurante e, visivelmente, ganhou peso. Em GTA Liberty City Stories, ela reclamou que Toni não estava morando com ela e sobre seu peso. A sra. Cipriani não parou de reclamar de Toni, ainda comparando-o ao pai e dizendo que ele não era um homem de verdade. No mesmo ano, Toni liga para Lazlow da Chatterbox FM, reclamando de sua mãe repreendendo-o.

Em Grand Theft Auto III , Salvatore Leone diz a Toni na missão Salvatore's Called A Meeting que sua mãe é "Strong, firenze". "Firenze" é o nome italiano de "Florence".

Missões

GTA III

GTA Liberty City Stories

Curiosidades

  • Ma Cipriani pode ter sido inspirada na personagem Livia Soprano da aclamada serie Família Soprano. Assim como Livia, Ma também é uma mãe manipuladora, rancorosa com seu filho e que vive lembrando do tempo que seu marido era vivo. Eventualmente, ambas chegam a desejar a morte de seu próprio filho.

Navegação

O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.